Porque?

Porque?
Porque a existência do porque
Se não existe explicação para ele
Se não temos respostas para lhe dar?

Porque?
Porque é que não te posso ter aqui comigo?
Porque não te posso ver, sentir, tocar ou até mesmo beijar?
Porque é que é tão duro ter-te tão longe
Tendo-te ao mesmo tempo aqui tão perto?
Porque tenho eu de sofrer
Sabendo que te amo e para sempre te vou amar?
Porque existe esta dor dentro de mim?
Porque não estas aqui neste momento?
Porquê?

Eu quero a resposta ao porquê?
Eu só quero uma explicação.
Mas porque temos de perguntar porque
Se não sabemos o porque de existir
Se não sabemos o porque das perguntas
Nem se quer temos respostas para elas?

Porque isto tudo?
Porque te amo tanto
Se ao mesmo tempo me fazes sofrer?
Porque tenho eu de estar a chorar por ti
E não tu por mim?
Porque é que isto é tão difícil?
Porque tem de existir o amor
Se só sofremos com ele?
Porque tem de haver pessoas
Que não nos querem bem?
Porque?
Diz-me…
Só quero que me digas
O porque destes porques.

5 Opiniões:

b é ♥ disse...

gostei (:

ana disse...

gostas do meu novo visual do blog?

Nilson Barcelli disse...

Poema magnífico, nos dois formatos. Gostei de ambos.
Beijos, querida amiga Aninha.

Nilson Barcelli disse...

O teu porquê é o conceito-chave do poema escrito e do poema do quadro negro (considerei este um poema também).
Então, eu disse-te que gostei nesses dois formatos (poema + quadro).
Espero ter desfeito as tuas dúvidas.
Beijos, querida amiga.

Nilson Barcelli disse...

PS: este teu poema é de 7 de Junho de 2011.

Enviar um comentário